Notícias

” A educação existe, quando de fato, provoca ação na humanidade”

Foi realizado no Seminário Maior Imaculado Coração de Maria, localizado no bairro Ibituruna em Montes Claros,  entre os dias 13 a 15 de maio, o Simpósio Filosófico que pela primeira vez, foi separado do curso de teologia. A proposta oferecida pela coordenação do curso de filosofia foi atingida com alta performance nas apresentações e participações nos três dias de evento.

Os facilitadores proporcionaram aos participantes uma rica discussão sobre os assuntos apresentados.  Ainda dentro da programação do Simpósio, o café filosófico contou com a participação de duas professoras que trataram do tema: Uma crise na educação brasileira? Elucidações sobre filosofia, educação e cidadania. A doutoranda e professora Andreia Pereira da Silva e a professora Alessandra Almeida Souza refletiram sobre o cenário atual do Brasil e indicou nortes para se pensar a educação dentro da atualidade.

Ao iniciar sua fala pelo Brasil colonização, Andreia Pereira trouxe dados históricos que puxaram pela memória o resgate de todo o processo de evolução da educação brasileira a partir dos padres Jesuítas, primeiros educadores, quando começaram a catequizar os índios. “Nunca foi para todos a educação no Brasil”, afirmou a professora que agradeceu o convite para participar do Simpósio e destacou como é bom ver a Igreja valorizando a discussão sobre a educação, sobretudo dentro do seminário. Ela reconheceu que o conhecimento é capaz de aproximar o ser humano de Deus e do próximo.

A professora Alessandra Almeida identificou que a filosofia é a base para todos os outros conhecimentos e endossou o posicionamento da colega quando apontou que a Igreja sendo ela precursora na educação através da catequese, é também na formação dos futuros padres, levando-os ao conhecimento mais elaborado através da filosofia, pode em suas homilias, instigar, transformar e formar cidadãos capazes de lutarem pela dignidade.  E ambas deixaram o recado: Se não estudar, não se conquista o aprendizado. O sonho é construído primeiro no coração e depois na razão. É preciso agir. A mensagem que ficou do café filosófico foi que a educação existe, quando de fato, provoca ação na humanidade.  Quando o ser humano passa a se preocupar com o outro humano. Quando enfim, se faz reconhecer no outro.

_______________________________________________________________

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros
Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384
e-mail: [email protected] 

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Artigos de Dom José Alberto

Arcebispo Emérito de Montes Claros (MG)

AGENDA

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹maio 2019› » 

REVISTA

 

ENQUETE

“A Comunidade que contempla o Rosto das Juventudes” é o tema para o Ano Nacional de qual ano?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Facebook