Artigos

Construindo equipes brilhantes, maduras e sinergéticas

Uma das grandes pestes do mundo atual é o individualismo que coloca a pessoa numa situação de pensar apenas em si e nos seus interesses. Um mal que impede a construção de uma verdadeiro sentimento de pertença, inerente às equipes brilhantes e sinergéticas. Seja na família, na igreja ou numa organização, o que prevalece é um grupo e não uma equipe. A diferença que grupo são pessoas que estão ali juntas com interesses diferentes e propósitos divergentes, enquanto que equipe é a sensação de um time que tem propósitos comuns, únicos e especiais, que se ajudam mutuamente com um só coração e uma só alma, comportando com atitudes que conduzem aos objetivos comuns. A individualidade é respeitada onde os talentos individuais são direcionados para o bem comum.

Um dos grandes erros da construção de equipes é a falta de diálogo e de  congruência entre o discurso e a prática, principalmente por parte da liderança. Muitas pessoas pensam que em uma equipe forte não existe conflitos, pelo contrário, equipes maduras convivem com conflitos. Equipes que atingem alto nível de maturidade são abertas a debater idéias, propostas e opiniões contrárias, sem perder sua essência e senso de direção e propósito. Alguns comportamentos essenciais para se construir equipes destacadas:

  • Senso de direção e propósito em comum : É importante a formação e compreensão de todos sobre o propósito que move a equipe. Os objetivos irão fornecer senso de direção. É importante deixar claro quais os interesses que movem aquela equipe e ajudar cada pessoa a alinhar seu interesse aos objetivos do time.
  • Confiança entre as pessoas: Este é um comportamento essencial. Quando as pessoas desconfiam das outras, até mesmo as boas intenções podem ser motivos para desconfiar do outro. Em um ambiente onde predomina a desconfiança, as pessoas tendem a pensar “O que ele (a) está querendo com esta idéia ou este comportamento?”. Os líderes precisam incentivar constantemente a comunicação, o diálogo aberto e franco e o respeito entre as pessoas. É fundamental proporcionar momentos ricos de interação.
  • Empatia e escuta ativa: Toda equipe madura entende a riqueza que é debater, ouvir o outro e seu ponto de vista, ou seja, se colocar no lugar do outro. O líder precisa ser aberto a escutar as opiniões dos diversos pontos de vista que podem ter em relação a um assunto e todos os integrantes devem se abrir a capacidade de escutar e formular suas ideias.
  • Aprender com os erros: Tudo pode ser motivo de aprendizado em uma equipe de valor. Tudo pode e deve ser avaliado e as pessoas precisam estar abertas para receber e da feedback. Aprender com os erros é um dos pontos centrais das equipes sinergéticas.

Um grande time se constrói ao longo do caminho como uma única mente mestra, movida por uma clareza de propósitos comuns, um sentimento de pertença e uma competência em comunicação aberta, gerenciando conflitos e aprendendo com seu erros. Assim, movidos por uma motivação única, com um coração e uma só alma, seguem realizando de forma consistente seus objetivos.

*Por Gregório Ventura e Eliane Ventura

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Artigos de Dom José Alberto

Arcebispo Emérito de Montes Claros (MG)

REVISTA

 

ENQUETE

“A Comunidade que contempla o Rosto das Juventudes” é o tema para o Ano Nacional de qual ano?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Facebook