Notícias

Dom José Alberto presidiu Missa Solene dos 25 anos da Comunidade Santo Agostinho e Santa Mônica.

Vinte e cinco anos de história alicerçada pela fé de um povo que acreditou e colocou em prática a missionariedade. Para marcar esse momento, Dom José Alberto Moura, Arcebispo Metropolitano de Montes Claros, presidiu missa solene na Comunidade Santo Agostinho e Santa Mônica, pertencente à Paróquia São José Operário.

“Eu faço os surdos ouvirem e os mudos falarem”, iniciou o arcebispo a homilia, como de costume, sempre com uma frase bíblica. Porém, levou a comunidade à reflexão: O que vocês fizeram nestes 25 anos de caminhada? Quais milagres essa comunidade fez na vida do outro? “Não podemos fazer discriminação ou exclusão de ninguém. O Papa tem insistido que sejamos uma igreja em saída. É preciso que ensinemos e levemos ao outro o que temos recebido de Deus. Devemos ser igreja inclusiva, que vai acolhendo as pessoas. Se olharmos aqui nesta igreja lotada, será que somos exemplo? Muito não tem sapato e roupas e por isso não vem a igreja, quantos tem muitos e não vem porque não foi devidamente evangelizado? Nestes 25 anos de caminhada reflitamos como temos sido enquanto igreja, povo de Deus. Precisamos mostrar ao outro a ação de Deus na nossa vida. Fé e ostentação não combinam. Aparecer somente em festas religiosas não quer dizer nada. Nossa fé tem que ser de boca, coração e pés. É preciso que atinjamos o coração do outro para vivermos os valores humanos do Evangelho de Jesus Cristo.  Assumir a fé com convicção na vivência do Evangelho, sendo luz e sal para a sociedade, sendo assim a extensão da ação de Deus na vida do outro”.

Ao final da celebração, depois de receber uma linda homenagem da comunidade, Dom José, ao lado do Pároco responsável, Pe. Zilmo Jota, descerraram a placa que marcou os 25 anos de caminhada da comunidade Santo Agostinho e Santa Mônica.  O coral, conduzido pelo diácono Waldelir Soares Araújo, foi elogiado por Dom José que brincou um dia ter conhecido uma cobra de nome coral, mas que este coral que animou a celebração era “cobra”, momento que levou toda a comunidade a descontração e gargalhada.

Tenha acesso ao texto resumido dos 25 anos da comunidade escrito pelo casal Daniel e Patrícia, juntamente  com Ivanilde, conselheira paroquial. Acesse aqui! Mensagem final – Comunidade Santo Agostinho 25 anos

Foto: (Foto capturada pela transmissão ao vivo)

____________________________________________________________________
***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros
Contatos: (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Voz do Pastor

Dom José Alberto

Arcebispo de Montes Claros (MG)

 

ENQUETE

Estamos celebrando até 25 de novembro de 2018 o Ano Nacional?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Facebook