IR PARA O CÉU

todosossantos

A celebração da festa de todos os santos  e santas nos remete à reflexão do porquê da vida com seu sentido ligado ao apresentado pelo Criador. Fora disso, caímos no mistério da vida, como num beco sem saída. A matéria por si mesma fica sem sentido e pode nos angustiar inutilmente. Quando nos mergulhamos no porquê de Deus, apresentado por seu Filho, temos a indicação do que fazer para alcançarmos a vida eterna. Assim encontramos a pedra preciosa que dá sentido à nossa caminhada existencial. Afinal, Jesus não é um simples fundador de religião humana a mais. Sua ressurreição nos mostra o porquê de segui-Lo. Só Ele tem poder de nos levar ressuscitados à vida eterna!

Muitos, porém, querem viver para buscar a vida eterna feliz, mas sem dar de si para a caminhada terrestre ser de promoção da vida digna, justa e realizadora para todos no já da história. Afinal, Deus não nos deu seus dons para os guardarmos só para nosso consumo pessoal. Devemos colocá-los a serviço do bem comum. Assim, as riquezas, a cultura, a economia, a ciência e todo o produto da inteligência humana são utilizados para mostrarmos o louvor ao Criador. Desta forma, servimos a todos os seus filhos e filhas, a ponto de até nos sacrificarmos em bem do semelhante. Enquanto tivermos alguém sofrendo por qualquer motivo, devemos ser como o bom samaritano para ajudá-lo, mesmo tendo de sofrer para isso. Só ganha a vida eterna feliz quem provar a Deus que tudo fez aqui na terra para fazer o bem possível a seus filhos e filhas, a partir dos mais marginalizado e sofredores. A misericórdia divina para conosco é proporcional ao que praticamos em bem do próximo!

O escritor sagrado lembra as palavras do Mestre a respeito dos que nesta vida sofrem tribulações por causa dele e alcançam a vida eterna feliz. Estão dentro rol dos que são salvos pelo Cordeiro de Deus (Cf. Apocalipse 7,2-14). De fato, para se alcançar a vida eterna é preciso imitar o Filho de Deus, que veio servir e não ser servido. A vida eterna feliz é resultado do amor vivido aqui na terra para darmos de nós em benefício da promoção da cidadania digna para todos. O modo de fazê-lo é só seguir o exemplo de Jesus.

Na lição das bem aventuranças encontramos o ponto mais elevado de vivermos na terra o que Deus nos pede para alcançarmos a vida eterna. A fé não nos deixa alienados de nossa tarefa cristã de melhorar este mundo com os valores do Filho de Deus. Ele quer que façamos da terra um convívio de gente que sabe amar em profundidade a Ele e todo o ser criado. Cuidar do planeta com tudo o que ele contém nos dá base para um dia merecermos a eternidade feliz. “Felizes os pobres em espirito… os aflitos… os mansos… os que têm fome e sede de justiça… os misericordiosos… os puros de coração… os que promovem a paz… os que são perseguidos por causa da justiça… quando vos injuriarem e perseguirem…” (Mateus 5,1-12).

José Alberto Moura, CSS – Arcebispo Metropolitano de Montes Claros

Foto: Divulgação Internet

Viviane CarvalhoIR PARA O CÉU