Notícias

A CNBB e a Cáritas brasileira encerram doações para a Campanha SOS África

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira, organismo de promoção e atuação social da Igreja Católica, encerram as doações para a Campanha SOS África Moçambique, Zimbábue e Malaui. Contudo, o trabalho de reconstrução das cidades atingidas pelo Ciclone Idai continua por meio da Cáritas Internacional, Portuguesa e Moçambique. No Brasil, a primeira etapa da Campanha iniciada em março de 2019, logo após a ocorrência do Ciclone Idai, arrecadou R$ 1.210.270,00 (Um milhão, duzentos e dez mil, duzentos e setenta reais). Já as doações para a segunda fase, realizada em agosto de 2019, juntou R$ 405.670,01 (Quatrocentos e cinco mil seiscentos e setenta reais e um centavo). Nas duas etapas, o valor total arrecado, foi de R$ 1.615.940,01 (Um milhão, seiscentos e quinze mil, novecentos e quarenta reais e um centavo).

A mobilização realizada pela CNBB e pela Cáritas Brasileira envolveu padres, bispos e leigos em comunidades, igrejas e arquidioceses espalhadas por todo o Brasil, bem como toda a sociedade Brasileira. O montante foi encaminhado às Caritas nacionais dos países atingidos e sua implementação é coordenada pela Cáritas Internacional. Para o arcebispo de Aracaju e presidente da Cáritas Brasileira, dom João José da Costa, “a solidariedade é sempre muito valiosa aos olhos de Deus. Socorrer o povo africano, especialmente de Moçambique, Zimbábue e Malaui é o mesmo que socorrer um irmão muito próximo que foi ferido e teve sua vida devastada pelas forças da natureza”.

Segundo o presidente da Cáritas, a distância que separa o Brasil da África é apenas física. “Nosso sentimento de irmandade e solidariedade é afetivo, é sincero e é presente”, disse. O religioso afirmou que gesto de solidariedade do povo brasileiro, das comunidades, paróquias e dioceses da nossa Igreja alimenta a esperança de que é possível uma sociedade mais humana, mais solidária e mais generosa com os que mais necessitam, os escolhidos por Deus. A reconstrução junto com as comunidades locais se dá, em especial, no apoio à recuperação do setor agrícola como forma de contribuir para a segurança alimentar das populações mais afetadas pelos ciclones.

Assista ao documentário produzido pela Caritas Portuguesa: Recuperar Vidas. Restaurar a Esperança

“Nunca, nem quando eu for muito velha, vou estar a contar essa história, nunca vou esquecer. Eu estou aqui por graça de Deus, foi ele que cuidou de mim e eu nem imaginava que ainda poderia estar aqui hoje!”.  Fátima, tem 15 anos e sabe que a sua vida nunca mais será a mesma, mas aquilo que viveu não lhe retirou a capacidade de sonhar! Esta é a identidade do povo Moçambicano: tem o olhar no futuro e é neste futuro que a Cáritas e a Igreja no Brasil estão empenhadas.

Foto: Dooshima Tsee / Caritas Internacional
Fonte: CNBB

_________________________________________
***Viviane Carvalho – Jornalista / Assessora de Comunicação e Imprensa da Arquidiocese de Montes Claros – MG  Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384  e-mail: [email protected]

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...