Notícias

A CNBB e a Cáritas brasileira encerram doações para a Campanha SOS África

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira, organismo de promoção e atuação social da Igreja Católica, encerram as doações para a Campanha SOS África Moçambique, Zimbábue e Malaui. Contudo, o trabalho de reconstrução das cidades atingidas pelo Ciclone Idai continua por meio da Cáritas Internacional, Portuguesa e Moçambique. No Brasil, a primeira etapa da Campanha iniciada em março de 2019, logo após a ocorrência do Ciclone Idai, arrecadou R$ 1.210.270,00 (Um milhão, duzentos e dez mil, duzentos e setenta reais). Já as doações para a segunda fase, realizada em agosto de 2019, juntou R$ 405.670,01 (Quatrocentos e cinco mil seiscentos e setenta reais e um centavo). Nas duas etapas, o valor total arrecado, foi de R$ 1.615.940,01 (Um milhão, seiscentos e quinze mil, novecentos e quarenta reais e um centavo).

A mobilização realizada pela CNBB e pela Cáritas Brasileira envolveu padres, bispos e leigos em comunidades, igrejas e arquidioceses espalhadas por todo o Brasil, bem como toda a sociedade Brasileira. O montante foi encaminhado às Caritas nacionais dos países atingidos e sua implementação é coordenada pela Cáritas Internacional. Para o arcebispo de Aracaju e presidente da Cáritas Brasileira, dom João José da Costa, “a solidariedade é sempre muito valiosa aos olhos de Deus. Socorrer o povo africano, especialmente de Moçambique, Zimbábue e Malaui é o mesmo que socorrer um irmão muito próximo que foi ferido e teve sua vida devastada pelas forças da natureza”.

Segundo o presidente da Cáritas, a distância que separa o Brasil da África é apenas física. “Nosso sentimento de irmandade e solidariedade é afetivo, é sincero e é presente”, disse. O religioso afirmou que gesto de solidariedade do povo brasileiro, das comunidades, paróquias e dioceses da nossa Igreja alimenta a esperança de que é possível uma sociedade mais humana, mais solidária e mais generosa com os que mais necessitam, os escolhidos por Deus. A reconstrução junto com as comunidades locais se dá, em especial, no apoio à recuperação do setor agrícola como forma de contribuir para a segurança alimentar das populações mais afetadas pelos ciclones.

Assista ao documentário produzido pela Caritas Portuguesa: Recuperar Vidas. Restaurar a Esperança

“Nunca, nem quando eu for muito velha, vou estar a contar essa história, nunca vou esquecer. Eu estou aqui por graça de Deus, foi ele que cuidou de mim e eu nem imaginava que ainda poderia estar aqui hoje!”.  Fátima, tem 15 anos e sabe que a sua vida nunca mais será a mesma, mas aquilo que viveu não lhe retirou a capacidade de sonhar! Esta é a identidade do povo Moçambicano: tem o olhar no futuro e é neste futuro que a Cáritas e a Igreja no Brasil estão empenhadas.

Foto: Dooshima Tsee / Caritas Internacional
Fonte: CNBB

_________________________________________
***Viviane Carvalho – Jornalista / Assessora de Comunicação e Imprensa da Arquidiocese de Montes Claros – MG  Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384  e-mail: [email protected]

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...