Notícias

“A escola sozinha não educa"

Pastoral da Educação realiza encontro de formação na Escola Estadual Benjamim Versiani.
“A escola sozinha não educa, ela precisa da família e da comunidade”

Aperfeiçoar as práticas de educação diante dos desafios do ensino foi o tema do Encontro de Formação de Educadores Cristãos, realizado neste sábado (24), na Escola Estadual Benjamim Versiani dos Anjos. O evento que reuniu  aproximadamente 50 educadores foi realizado pela Pastoral da Educação, Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso (Peedir) da Arquidiocese de Montes Claros.

De acordo com o assessor arquidiocesano da Pastoral, padre Valdomiro Soares Machado (frei Valdo), o encontro é uma preparação dos professores para promover a educação de crianças e adolescentes mesmo com as adversidades e desafios presente no ensino nos dias atuais. “Espiritualmente, este encontro visa trabalhar a autoestima e a motivação dos professores para que tenham ânimo e ousadia para encorajar os estudantes a se tornarem melhores pessoas, mesmo diante de tantas dificuldades presentes na sociedade”, destacou frei Valdo.

Na concepção pedagógica, o Encontro propôs ações que envolvem não somente a relação entre educador e educando, mas também com a família, escola e sociedade. Neste sentido, o arcebispo coadjutor de Montes Claros, dom João Justino de Medeiros, que preside a Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Comissão Episcopal para a Educação, do Regional Leste 2 da CNBB (Minas e Espírito Santo), apresentou aos educadores algumas reflexões que auxiliam para melhorar o ensino-aprendizagem e as relações humanas, sociais, religiosas e políticas dentro do espaço escolar e, também, fora dele. “Este encontro é uma oportunidade para aprofundarmos sobre a espiritualidade dos educadores considerando o contexto atual da educação e o desafio que é trabalhar a educação neste tempo. Há muitos desafios que atinge, hoje, a educação que não são exclusivamente dela, mas da cultura e da sociedade contemporânea que ressoam dentro da comunidade escolar. Para nós que cremos e acreditamos na força da educação é muito importante fortalecer, no coração de cada educador, o desejo de trabalhar a criatividade e o empenho para uma educação cada vez mais atenta a esses desafios. Isto significa identifica-los e seguir encontrando respostas. O trabalho na educação é sempre coletivo, não apenas no interior da escola ou de um sistema de educação, mas na relação com a família e com a comunidade. A escola sozinha não educa, ela precisa da família e da comunidade”, comentou dom João Justino.

“O encontro possibilitou uma intensa reflexão espiritual e pedagógica para aprimorar a caminhada do dia a dia escolar ao melhorarmos o relacionamento entre educadores e educando, com a família e a comunidade em que estamos inseridos. Isso mostra o quando Deus nos fortalece e o quanto Ele está presente em todas as ações da escola”, relatou a diretora da escola, Angélica da Conceição Braga Costa.

O encontro foi encerrado com uma Celebração Ecumênica presidida por dom João Justino e concelebrada por frei Valdo.

Texto e Foto: Pascom Catedral
____________________________________________________________________
***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹jul 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...