Notícias

A exortação, paróquia “não é uma estrutura caduca”, é base para reflexão de padres em Montes Claros

Dom João Justino, arcebispo de Montes Claros, reuniu-se com párocos, administradores paroquiais e vigários Forâneos de Montes Claros, na manhã do dia primeiro de julho, na Casa de Pastoral. No encontro estavam presentes 25 padres e o arcebispo. O principal tema foi “Um diálogo sobre o projeto de reorganização do atendimento das comunidades rurais do município de Montes Claros”.

A reunião se iniciou às 9h com a reflexão do Evangelho segundo Marcos 1, 29-39 e dos parágrafos 27, 28 e 29 da Exortação Apostólica Evangelii gaudium (GE). Na Exortação, o Papa Francisco, diz que a Paróquia “não é uma estrutura caduca, precisamente porque possui uma grande plasticidade, pode assumir formas muito diferentes que requerem a docilidade e a criatividade missionária do pastor e da comunidade.” (EG,  28). Esta palavra do Santo Padre deu respaldo à partilha realizada durante a reunião onde os participantes  debruçaram sobre o tema dos atendimentos às comunidades rurais no município de Montes Claros, sobre quais são as forças e as fraquezas das paróquias e o que pode contribuir para que as mesmas não se tornem “uma estrutura caduca”.

Atualmente Montes Claros, cidade-sede da Arquidiocese, é formada por 5 agrupamentos de paróquias que tem como finalidade um melhor desenvolvimento do ministério pastoral, chamados de Foranias. Em todo o município são 122 comunidades urbanas e 108 rurais. Totalizando 230 comunidades. São 24 Paróquias, dessas, 10 atendem a comunidades rurais e 14 não. Diante dessa realidade e para concretizar o compromisso feito em outubro de 2019, durante o Mês Missionário Extraordinário, proclamado pelo Papa Francisco com o objetivo de: “despertar em medida maior a consciência da missio ad gentes e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral”, foi proposto a reorganização das comunidades paroquiais de Montes Claros de forma que haja uma melhor distribuição das comunidades dentro da cidade.

O Arcebispo salientou que a reunião foi importante “para colocarmos em prática aquilo que o Papa Francisco diz ‘sonho com uma opção missionária’ (EG 27), que a Arquidiocese precisa ser “uma igreja que de fato se movimenta, que se mexe para atender melhor”. Para dar andamento na elaboração desse projeto missionário e, também, avaliação da eventual criação de novas paróquias, haverá uma reunião, no dia 12 de agosto, com os 5  vigários forâneos, o padre Reginaldo Wagner, coordenador de pastoral e Dom João.

Em outro momento durante o encontro, o padre Wagner comunicou a retomada de algumas ações da IV Assembleia Arquidiocesana de Pastoral – IV AAP. Ele comunicou que diante da realidade incerta por causa da pandemia do COVID-19, a Assembleia, que estava prevista para acontecer durante o ano de 2020, foi estendida para 2021.  Ao final, foram alinhadas algumas questões administrativas.

________________________________________________________________

***Fabíola Lauton – Comunicação da Arquidiocese de Montes Claros

(38) 9 9957-3961 / (38) 9 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...