Artigos

“À sombra de tuas asas”

Aos oitenta e três anos, no dia vinte de julho de 1943, voltava para a casa do pai Dom João Antônio Pimenta, primeiro bispo diocesano de Montes Claros. Mineiro, da cidade de Capelinha, foi ordenado sacerdote na então Diocese de Diamantina. Foi nomeado em 1906 pelo papa Pio X bispo coadjutor da Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul. No ano de 1911, foi transferido para recém-criada Diocese de Montes Claros, mais próxima de sua terra natal. Trazia como lema de vida episcopal a frase Sub umbra alarum tuarum (Sob a sombra de tuas asas), retirada do Salmo 17,8. Com confiança na assistência d’Aquele que o chamou, se dirigiu para Montes Claros, onde pastoreou até o final de sua vida.

É preciso lembrar que quando criada, em 1910, a Diocese de Montes Claros abrangia quase todo território que hoje compõe a Província Eclesiástica de igual nome (Arquidiocese de Montes Claros, Dioceses de Januária, Paracatu e Janaúba). No lombo de cavalo, como um incansável missionário, Dom João desbravou esse sertão norte-mineiro, lançando as bases da nossa Igreja particular. Já no início de seu ministério como bispo dessa porção do Povo de Deus, organizou a cúria diocesana, ampliou o número de sacerdotes, criou novas paróquias e reorganizou outras. Abençoou a pedra fundamental de nossa atual Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida. As últimas Diretrizes Arquidiocesanas bem recordam que “a nossa Igreja diocesana é fruto da semente da fé que aqui foi plantada e no coração do Norte de Minas amadurece” (n.5). Somos fruto de uma longa e bela história de caminhada pastoral.

Desde Dom João Antônio Pimenta já se passaram oito bispos, sendo três deles arcebispos. Cada um trouxe sua contribuição para a continuação da nossa caminhada como Igreja Diocesana. A palavra recordar traz um novo sentido para a nossa memória pois, em sua raiz, indica trazer novamente ao coração. É preciso um coração grato para recordar os feitos do passado e assim receber novo impulso para os desafios e conquistas que despontam no horizonte. Trazemos a carga centenária de muitas vidas gastas pelo Reino neste nosso chão. No Cristo, unimos nossos corações em oração pelos que já se foram, como nosso primeiro bispo diocesano, pedindo ao Senhor uma porção da coragem destes que não se acovardaram frente aos desafios de seu tempo. Que à sombra das asas do Altíssimo continuemos a testemunhar, na história de nossa Arquidiocese, a novidade do Evangelho.

 

Equipe Arquidiocese em Missão
Arquidiocese de Montes Claros

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2022› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...