Artigos Artigos de Dom João Justino

Paróquia Nossa Senhora da Esperança

A 26ª paróquia do município-sede da Arquidiocese de Montes Claros será instalada, com a graça de Deus, e receberá o título de Paróquia Nossa Senhora da Esperança. Será formada pelas comunidades Bom Jesus (Nova Esperança), Bom Jesus (Cabeceiras), Santa Cruz (Miralta), São Francisco de Assis (Camarinhas), Santa Terezinha do Menino Jesus (Vila Nova de Minas), São Pedro (Cachoeira de Miralta), São Geraldo (Monte Alto), São João Batista (Marcela), Santo Antônio (Barreiras), Nossa Senhora da Luz (Rebentão dos Ferros), Nossa Senhora Aparecida (Tiririca) e a comunidade local de Vale dos Ipês. Como paróquia se integrará à Forania Santos Reis.

A escolha do nome da paróquia se deveu ao diálogo com as comunidades. Elas optaram por homenagear Nossa Senhora sob um título que recorda a comunidade sede, a saber, Nova Esperança. No entanto, mais ainda, escolheram uma referência de fé e de confiança nesse tempo sombrio da pandemia do coronavírus recordando-se da oração repetida incontáveis vezes à Mãe de Deus: “Salve Rainha, mãe de misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve…”. A nossa esperança na Mãe de Jesus nasce da certeza da presença amorosa e fiel daquela que acompanhou seu amado Filho desde o início da gestação até o anúncio da ressurreição. Em Belém, deu à luz o seu filho (cf. Lc 2,1-20). Acompanhou-o em toda sua história. Maria estava ao pé da cruz, junto com outras mulheres e o discípulo que Jesus amava (cf. Jo 19,25-27). Estava em oração com os apóstolos e outras mulheres esperando o dom do alto, o Espírito Santo, em Jerusalém (cf. At 1,12-14).

Consta na história do Brasil, que Pedro Álvares Cabral trouxe consigo, uma pequena imagem de Nossa Senhora da Esperança. O chamado “descobridor do Brasil” desembarcou nessas terras com a imagem da Virgem da Esperança. Um pequeno e discreto sinal que indicava como a futura nação brasileira seria marcada por um profundo amor a Nossa Senhora, cujos devotos a saúdam com nomes tão diferentes: Conceição, Aparecida, da Luz, da Consolação, das Graças, do Perpétuo Socorro, Rosa Mística, de Fátima, Mãe da Igreja, de Montes Claros, para registrar apenas alguns.

A instalação da Paróquia Nossa Senhora da Esperança será no domingo, 30 de maio, às 16h, na comunidade sede, em Nova Esperança. Na mesma celebração serão apresentados os ministros ordenados responsáveis de servir à paróquia: Pe. Joaquim Maria Lopes, primeiro pároco, e seus auxiliares, o Diácono Permanente Raimundo Mendes Ferreira e o Diácono Transitório Daymon Dias Alves. Nesse domingo a liturgia celebra a Solenidade da Santíssima Trindade. É uma bela data para o início de uma paróquia organizada como rede de comunidades. A Igreja encontra na Trindade Santa a sua fonte, a sua forma e o seu destino. Cada uma de nossas comunidades eclesiais missionárias há de testemunhar a beleza da fé trinitária no seu modo de viver a comunhão dos dons, dos carismas e dos serviços. Sempre a serviço do Evangelho da Vida, cada comunidade testemunha que o Deus Uno e Trino é Amor, como nos ensina São João em suas cartas. Desejo que a nova paróquia viva dessa espiritualidade trinitária da comunhão, da espiritualidade mariana da esperança e da espiritualidade evangélica do serviço aos necessitados.

+ João Justino de Medeiros Silva

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹jul 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...