Notícias

Coleta Nacional de Solidariedade apoia projetos sociais em  Montes Claros

A Igreja no Brasil realiza todo ano, no Domingo de Ramos, a Coleta Nacional de Solidariedade. A ação é proposta pela Campanha da Fraternidade para apoiar projetos no Brasil. A Coleta Nacional de Solidariedade, permite que os católicos ajudem os pobres a colaborarem na continuidade do cuidado com a obra da criação. A cada ano, com o recurso arrecado, a CNBB apoia pequenos projetos em todo país relacionados à temática proposta pela CF. Uma parte desse valor arrecadado é administrado na própria  arqui(diocese) para promoção da dignidade humana.  Esse ato reforça o caminho quaresmal dos cristãos no que tange à oração, jejum e esmola. A Coleta da Solidariedade é parte integrante da Campanha da Fraternidade 2019.

Segundo o Texto-Base da Campanha da Fraternidade 2019, bispos, padres, religiosos(as), lideranças leigas, agentes de pastoral, colégios católicos e movimentos eclesiais são os principais motivadores e animadores da Campanha da Fraternidade. “A Igreja espera que com esta motivação todos participem, oferecendo sua solidariedade em favor das pessoas, grupos e comunidades, conforme orienta suas diretrizes gerais, no nº 6: ‘Ao longo de uma história de solidariedade e compromisso com as incontáveis vítimas das inúmeras formas de destruição da vida, a Igreja se reconhece servidora do Deus da vida”.

EM MONTES CLAROS: Por quase três décadas, a Guarda Mirim de Montes Claros, assistiu 2.362 (dois mil trezentos e sessenta e dois) adolescentes/jovens, um total de 47 turmas formadas desde que foi criada. No ano arquidiocesano das juventudes, procuramos saber mais sobre essa entidade filantrópica que forma, qualifica e insere, no mercado de trabalho, os menores aprendizes em busca da primeira experiência profissional. Em resposta a doação recebida, escreveu em mensagem informal por meio de um aplicativo de rede social, a fundadora da Guarda Mirim em Montes Claros, delegada aposentada, Maria Neusa Rodrigues. Sou testemunha do valor dessa partilha. Foi o maior apoio que a Guarda Mirim recebeu este ano, proveniente da Campanha da Fraternidade, impedindo o fechamento das portas de uma instituição que só promove o bem para os adolescentes necessitados. Ainda há muita luta para continuar, sei, no entanto, estou certa que através das mãos de Deus conseguiremos.  Que Deus dê forças a dom Justino para edificar na caridade e no amor cada vez mais o rebanho que lhe foi entregue. Na instituição houve preces, abraços e lágrimas de emoção”.

Leia mais sobre a instituição neste link:
https://arquimoc.com/guarda-mirim-de-montes-claros-e-exemplo-de-responsabilidade-social/

A família de venezuelanos que estão em Montes Claros, acolhidos pela paróquia Nossa Senhora de Montes Claros e São José de Anchieta foram também contemplados com a coleta nacional de solidariedade.  Ambas receberam o valor de R$ 14.745,22 cada uma. Leia mais sobre a história desses imigrantes na 16ª edição da revista Clarão do Norte (Maio/Junho e Julho).

___________________________________________

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros
Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384
e-mail: [email protected] 

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹jan 2022› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...