Notícias

D.José abre oficialmente a CF 2018 na Arquidiocese

Com o objetivo de construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu oficialmente na quarta-feira de cinzas, 14/02, a Campanha da Fraternidade (CF) 2018 com o tema “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8). Ação que se estendeu e repetiu em todas as igrejas católicas do Brasil em nossa arquidiocese de Montes Claros, aconteceu na Missa de cinzas às 7h  na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida. As emissoras de TV afiadas  globo e record cobriram todo rito litúrgico.

Dom José chamou a atenção e o cuidado a não violência, iniciou sua prática dizendo: “Iniciamos a Quaresma com o coração de quem reconhece que a misericórdia de Deus é infinita. Deus quer que nós nos convertamos. Ele está de braços abertos a nos acolher. Mas, é preciso que nos acheguemos e a quaresma é o tempo propício”. E alertou: É preciso ter os ouvidos abertos à Palavra do Senhor. A campanha da fraternidade está inserida no contexto de conversão e nos chama a atenção como profeta. Deus quer que façamos da convivência que seja humana e não desumana. O tema nos faz debruçar sobre tudo isso que acontece no planeta. Guerra, tráfico, drogas, injustiças. Temos uma política que é agressiva, não todos, mas tem políticos que são bons, graças a Deus. Não temos dinheiro para saúde, educação, segurança, empregos que ajudem as famílias a viverem dignamente. É na família que temos a promoção da violência ou da paz. Agressões à criança, mais de 90% é feito dentro da própria família”, finalizou o arcebispo questionando: O que estamos fazendo para superação da violência? Será que nossa conduta é de irmãos? É de gente que segue o Cristo?

SOBRE A CF 2018: A Igreja no Brasil apresenta às comunidades uma realidade que pede atenção, mudança e conversão. Dados do texto-base, que será distribuído aos jornalistas na abertura, dão conta de que acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apesar de possuir menos de 3% da população do planeta, o Brasil corresponde por quase 13% dos assassinatos. A pesquisa aponta também que em 2014, o país chegou ao topo do ranking, com o número absoluto de homicídios. Foram no total 59.627 mortes. (CNBB)

Ao final, no momento de ação de graças, crianças, adolescentes, jovens e adultos entraram com bolas brancas escritas com palavras que faziam referência à paz, saúde, educação, justiça, liberdade, dignidade entre outros. Uma mensagem lida pela coordenadora de pastoral do colégio marista emocionou a igreja que lotada.

_________________________________________________________
***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹jul 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...