Notícias

Deus se serve de nós para servi-Lo

“Compreendam-nos que somos humanos, mas temos a dimensão de Deus que nos consagrou”, nesse tom, dom José Alberto Moura ao presidir a Missa dos Santos Óleos na última quinta-feira (06) na Catedral Nossa Senhora Aparecida, falou aos padres, diáconos, seminaristas, religiosos e leigos em um templo lotado. A Santa Missa foi concelebrada pelo Bispo emérito de Almenara e atual residente na Paróquia de Santo Antônio em Salinas, Dom Frei Hugo Maria Van e Padres Diocesanos. A celebração também foi servida pelos Diáconos transitórios e permanentes.

A renovação das promessas sacerdotais representa a unidade dos padres e diáconos com o bispo e toda a igreja que se congrega em torno do seu pastor. “Bem vindos a esta celebração da Unidade – daqueles que são encarregados por Jesus para santificados, santificarem o povo de Deus, para que este povo possa caminhar na história realizando o projeto do Senhor implantando vida para todos”, acolheu dom José Alberto toda a Assembleia reunida.

“Esta celebração é muito importante para a Igreja e em especial, nossa Arquidiocese de Montes Claros. Isto para indicar que nós estamos unidos porque o Pai mandou seu filho para nos dar vida com ação do Espírito Santo – e Jesus quis instituir sua Igreja, mas não sem deixar quem, em nome dele haja, para dar a certeza ao povo e a humanidade que a sua caminhada aqui, ela só se faz com ajuda e presença do próprio Deus. E por isso Deus quer se servir de homens, entre os demais, para garantir que a humanidade a partir da igreja, sendo luz para todos, possa usufruir dos benefícios da ação do Filho em nossa realidade. Como são importantes esses ministros que recebem a incumbência pelo Sacramento da Ordem para ajudar o povo a viver o sacerdócio comum dos fieis através do batismo”, pontuou dom José.

E se dirigindo aos padres pediu: Queridos padres e diáconos temos que em primeiro lugar mostrar para todos, que o amor de Cristo e fundamental. Se referiu ao testemunho e reflexões apontadas nos quatro dias de retiro vividos com o bispo da Diocese de Paracatu, Dom Jorge Alves Bezerra, SSS, que assessorou todo o encontro com os presbíteros: “ Nosso pregador,  muito feliz no testemunho e reflexões nos colocou necessidade de viver o amor kenosis e não erótico. O amor Kenosis (é um conceito na teologia que trata do esvaziamento da vontade própria de uma pessoa e a aceitação do desejo divino de Deus. É encontrado no novo testamento como o esvaziamento de Jesus). Isto é,  completou dom José: “Cheio do esvaziamento que é mundano em nós para enchermos do amor de Deus que é nossa riqueza, e depois temos a missão de mostrar para a sociedade que é esse amor que salva. E essa prática começa em casa. É preciso que outros vejam e digam: Puxa Vida! Como são unidos! “Temos desentendimentos sim, mas voltamos à tona para tudo refazermos em Cristo através da fraternidade e comunhão no amor, para servirmos o povo de Deus, para na prática do amor seguir a Cristo”.

O arcebispo também falou sobre a importância da benção dos Santos Óleos que colocam os sacerdotes na dimensão para ungir. A benção do Santos Óleos nos colocam na dimensão para ungirmos e para que nossos irmãos sejam ungidos – para que o mundo creia – Explicou cada óleo e sua função dizendo que os óleos ungidos santificam o povo de Deus. E convidou a todos para que consagrados pelo Cristo, através do batismo e Sacramentos, possam também marcar na família e comunidade a vida cristificada, santificada e consagrada para assim, levar ao próximo, o amor de Cristo – O Filho de Deus.

Finalizou se dirigindo aos padres e diáconos dizendo: “Meu abraço de gratidão a vocês por ajudarem a desenvolver meu ministério, vamos juntos na fraternidade, misericórdia  e amor, servir esse povo. E que Virgem Maria que foi a primeira consagrada servidora de Deus e da humanidade seja nossa intercessora”.

Participar dessa celebração me trouxe de volta para a realidade que o padre é ser humano como qualquer um de nós, e que é nossa obrigação ajudar esses homens que deixaram família, vida particular para viver uma vida coletiva e assumir centenas de famílias na vocação de servir e servir sempre. Que Deus abençoe nossos sacerdotes e nosso bispo, dom José Alberto Moura, disse confiante dona Lourdes Aparecida Leal, de 79 anos, membro do Apostolado da Oração por muitos anos, atualmente fiel fervorosa, algumas limitações físicas não a permite participar de todas as reuniões.

***Todas as fotos estão na Fanpage da Arquidiocese que foram compartilhadas depois de postadas por diversos agentes da PASCOM arquidiocesana. A foto dessa matéria foi retirada da Fanpage da Catedral.

________________________________________________________________

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros  (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹abr 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...