Artigos

“Diz-me como ser pão”

https://fotografiareligiosa.com.br/

A celebração da solenidade de Corpus Christi nos leva a refletir sobre este grandioso sacramento, que o Concílio Vaticano II nos afirmou ser fonte ápice de toda a vida cristã. Contudo, a dimensão que primeiro se salienta da Eucaristia, segundo São João Paulo II (cf. MND n.15), é a de banquete. Evoca a derradeira refeição do Divino Mestre com os seus, antes de sua entrega na cruz. Ali, naquela mesa, Ele dá aos comensais um alimento que nutre, mas que aumenta a fome. Uma bebida que inebria de lucidez, mas aumenta a sede. Todavia, fome e sede de quê? Este salutar alimento nos faz rezar com um testemunho vital que clama, como um rasgo em meio à desértica multidão de injustiças, venha a nós o vosso Reino (cf. Mt 6, 10).

Se nesta mesa tomamos parte, é porque na partilha do Pão reconhecemos o Senhor Ressuscitado. Bendito o Ressuscitado, Jesus vencedor. No pão partilhado a presença Ele nos deixou (Zé Vicente). Os discípulos de Emaús, ao reconhecerem o Senhor na partilha do pão, saíram apressados. Ao experimentarmos, como eles, dessa divina presença, urge em nossos corações o desejo de que outros também experimentem. Na mesa do Reino existem muitos lugares, não se faz distinção de pessoas, pois o Senhor acolhe a cada um com sua história.
O compromisso social que brota do Sacramento da Eucaristia diz respeito, também, ao acolhimento daqueles que margeiam a sociedade, por qualquer aspecto que seja de sua condição. O Senhor preparou um banquete. Ó famintos de amor acorrei. O cordeiro já foi imolado, vinde todos, tomai e comei (Maria de Fátima de Oliveira/André Zamur). Quantos são aqueles que do amor não fizeram a experiência. A esses, discriminados, marginalizados, somos impelidos a levar deste amor que nos seduziu e nos venceu.

Com isso, pode-se remeter a uma das definições para o termo adoração (adoratione): ato intenso de amar. O ato de adorar poderia, então, remeter ao tomar parte do projeto do Reino? Certamente, para tal, a adoração deve acontecer não somente com joelhos dobrados, mas, também, com as mãos estendidas àqueles que se encontram marginalizados pela sociedade. O próprio Jesus Cristo afirma que no serviço aos mais pequenos se encontra o serviço à Ele (cf. Mt 25,31-46). À medida que os corações ao alto se elevam, também os pés no chão devem caminhar ao encontro dos irmãos.
O Pão Eucarístico aumenta em nós a fome e a sede de amor. Não porque nos falta, mas porque aquele que ama aspira eternidade. Paradoxalmente, a Eucaristia nos preenche e nos desinstala, pois não permite que nos encerremos em uma paz vazia. Ela nos inquieta frente às adversidades do mundo. Comungar é tornar-se um perigo (Antônio Cardoso). Um perigo àquilo que não corresponde ao amor. Celebrar a Eucaristia é querer comprometer-se com o projeto do Reino de Deus. E isto exige entrega e saída de si, enxergando no outro Aquele que constantemente nos atrai.

A Eucaristia nos leva a um compromisso real na edificação duma sociedade mais equitativa e fraterna (cf. MND n.28). Naqueles que mais necessitam, e que, aparentemente, nada podem nos dar em troca, é que fazemos jus ao sacramento celebrado. Suas vidas nos provocam a eucaristizar o mundo. Nos provocam a querermos ser, também nós, pão que alimenta. Ao Senhor voltamos nossos corações, para d’Ele aprendermos a ser pão. Tu que és o Pão da vida […] diz-me como ser pão (Salomé Arricibita). A vida do que se abrem ao mistério da Eucaristia torna-se oblação no serviço dos mais necessitados.

 

Equipe Arquidiocese em Missão
Arquidiocese de Montes Claros

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2022› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...