Notícias

Mães: “Não deixem de falar de Jesus aos seus filhos”

Uma típica manhã de domingo do mês de maio. O clima ameno e a beleza do dia dedicado às mães, homens e mulheres se adentravam na Catedral para participarem da primeira Missa presidida pelo arcebispo coadjutor, dom João Justino de Medeiros e Silva. Concelebrada por d. José Alberto Moura, padre Waldomiro Soares, padre Wagner Santos e servida pelo diácono Emílio de Medeiros e Silva, irmão de d.João, a celebração também foi em memória de dois anos de falecimento do arcebispo d.Geraldo Majela de Castro, ocorrida em 14 de maio de 2015.

Durante a homilia d.João falou da alegria em celebrar pela primeira vez a Eucaristia depois da solenidade de apresentação e posse como arcebispo coadjutor para Montes Claros. Ressaltou também a importância de celebrar ao lado de d.José, demais sacerdotes e do irmão Emílio diácono permanente, o anúncio fundamental da fé que é a ressurreição de Jesus Cristo, neste quinto domingo da Páscoa do Senhor.

“A sede mais profunda do nosso coração é Deus. Se você deseja o caminho, Eu Sou o CAMINHO. Se você deseja a verdade, Eu Sou a VERDADE, Se você deseja a vida, Eu Sou a VIDA. Disse d.Justino ao fazer referência de quem deseja ser discípulo na Igreja, tem de fato escolher Jesus, ter fé e amá-lo de verdade. Precisamos olhar para o rosto de Jesus, observar seus ensinamentos e seguir seu estilo de vida se quisermos ir ao encontro do Pai e completou: A fé vem pelos ouvidos, precisamos viver nosso batismo de modo mais intenso. Não há outra vida que devamos buscar do que a que Ele nos oferece.

Direcionando sua fala às mães, alertou:”Não deixem de falar de Jesus aos seus filhos, pois aquilo que foi dado pode não ser vivido, mas nunca será esquecido”

Ao final da celebração, houve sorteio de brindes para as mães que participaram da Santa Missa. A Mãe de d.João Justino também foi homenageada recebendo das mãos dos filhos, o arcebispo coadjutor e o diácono permanente, flores pela dádiva da maternidade.

Padre Wagner disse à comunidade e também à mãe do arcebispo que a Arquidiocese o recebe como uma mãe simples, de mãos calejadas, sofridas, mas, com um profundo amor em seu coração. “Mãe não se preocupe, seu filho deixou seus braços lá em Juiz de Fora para ser também abraçado por nossa Igreja Particular de Montes Claros que o acolhe como um filho amado”.

“Vendo-o presidir esta celebração, só confirma a minha alegria em tê-lo aqui d.João. Como é grande o amor de Deus por nós. Nós já o amamos! Que a Maria, Mãe da Igreja e a Mãe Aparecida inunde com igual entusiasmo seu serviço e seu ministério”, finalizou d.José.

D.João agradeceu a todos, parabenizou as mães presentes e as abençoou indicando um feliz dia!

________________________________________________________________

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros  (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...