Notícias

Mais de 6mil pessoas participaram da procissão e missa de São Judas Tadeu!

“Eu me curei do câncer e da depressão, hoje ajudo pessoas que passam por tudo isso”, aos 63 anos de idade, dona Maria do Socorro Dias é devota fervorosa de São Judas Tadeu. Descalça, com uma vela em uma das mãos e na outra um terço, Socorro caminha a passos lentos, diante da disputada imagem de São Judas Tadeu, durante a tradicional procissão até chegar à matriz dedicada ao padroeiro das causas impossíveis. Na avenida um mar de gente! A multidão cantava, rezava e louvava ao Senhor. Animando o povo de Deus, o padre Fernando Soares intercalava pequenos depoimentos daqueles que conseguiram uma graça por intermédio do mártir.

De acordo com a MCTrans, mais de 6mil pessoas participaram da procissão e missa de encerramento da Festa de São Judas Tadeu. O pátio e a igreja pareciam pequenos pela multidão que acolhiam. A missa foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom João Justino de Medeiros Silva, o pároco padre Brígido Lima e o vigário paroquial, padre Fernando Soares. Serviu o diácono Paulo Nascimento.

Dom Justino fez questão de acompanhar a procissão, desde a saída da praça da Prefeitura. No meio do povo, o pastor da Igreja Particular cantava e rezava. “É gratificante podermos fazer essa caminhada de fé com nosso arcebispo ao lado”, disse Tadeu Santos Silva, aposentado, devoto que recebeu o nome de Tadeu por uma promessa de sua mãe para que conseguisse engravidar. “Se eu tiver um filho, prometo dar-lhe o nome de Tadeu”, repetiu ele, as palavras que sempre ouvira de sua mãe. Com uma rosa nas mãos (conquistada a muito custo)  pois foi difícil aproximar do andor onde estava a imagem do seu padroeiro. “Ela não teve como vir, e me pediu que eu levasse algo”, disse emocionado, ao lembrar de sua mãe (hoje aos 96 anos acamada), o único filho homem de dona Ana, o caçula de uma família de 9 mulheres.

Dom João lembrou o importante papel do apóstolo Judas Tadeu na história da Igreja. Ele que foi um apóstolo que caminhou sempre ao lado de Jesus, rumo ao encontro do Pai. Falou sobre a missão e como podemos nos sentir parte dessa Igreja de Cristo. Antes da procissão, falou da importância da peregrinação. Momento importante para que compreendamos o Evangelho de Jesus e o coloquemos em prática em nossa vida, como serviço ao Reino de Deus.  Após a celebração eucarística, a festa continuou com apresentações culturais, prêmios e as delícias oferecidas nas barraquinhas organizadas pelos paroquianos.

________________________________________
***Viviane Carvalho – Jornalista / Assessora de Comunicação e Imprensa da Arquidiocese de Montes Claros – MG  Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384
e-mail: [email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...