Notícias

Norte de Minas ganha Biblioteca do Autor Montes-Clarense

Falar de Montes Claros é falar de todo o Norte de Minas Gerais. Na terça-feira passada (14/08), a região inaugurou a Biblioteca do Autor Montes-Clarense “Maria das Mercês Paixão Guedes (1943-2017)”, abençoada pelo monsenhor Antônio Alencar Monteiro e com o apoio da Drogaria Minas-Brasil. As 92 integrantes da Academia Feminina de Letras, que organiza a biblioteca, homenagearam a patrona e esposa do proprietário da rede de farmácias, Ivan de Souza Guedes, falecida recentemente. A ideia de criar uma academia feminina de letras regional partiu da escritora Yvonne de Oliveira Silveira (1914-2015). A iniciativa existe desde 29 de junho de 2009 e objetiva apoiar intelectuais femininas com atividades literárias, além de motivar criações da literatura municipal de forma ampliada, promover publicações e lançamentos de livros, e organizar congressos, concursos e saraus. Já presidiram a entidade a fundadora e presidente de honra Yvonne de Oliveira Silveira, Maria da Glória Caxito Mameluque (presidente de 2009 a 2011), Marta Verônica Vasconcelos Leite (presidente de 2011 a 2013), Evany Cavalcante Brito Calábria (presidente de 2013 a 2015) e Ângela Vera Tupinambá de Castro (presidente de 2015 a 2017). Atualmente Felicidade Maria do Patrocínio Oliveira preside a entidade com mandato de 2017 a 2019.

A Biblioteca do Autor Montes-Clarense “Maria das Mercês Paixão Guedes” fica aberta de segunda a sexta-feira das 8 às 12h e das 14 às 18h, à Rua Padre Augusto, 183, quarto andar, no centro da cidade. Aos sábados, funciona de 8 às 12h e das 14 às 17h. No primeiro mês de funcionamento, a biblioteca convida as pessoas a sair de casa para conhecer novas leituras. Todo doado, o acervo bibliotecário já conta com mais de mil exemplares de cerca de 300 autores montes-clarenses, como Arthur Lobo, Cyro dos Anjos e Darcy Ribeiro.

As 92 integrantes da Academia Feminina de Letras produziram juntas mais de 100 obras. Há livros didáticos, de poesias, contos e crônicas, biografias, romances, e obras infantis e infanto-juvenis. Confira alguns destes títulos: “As mais belas modinhas”, de Milene Antonieta Coutinho Maurício, Montes Claros-MG: Espaço 2 Gráfica e Editora, 1976; “As mais belas modinhas – Volume II”, de Milene Antonieta Coutinho Maurício; “Emboscada de Bugres: Tiburtina e a Revolução de 1930”, de Milene Antonieta Coutinho Maurício, Belo Horizonte-MG: Imprensa Oficial, 1986; “Sociedade Amigas da Cultura: sabor do pecado (culinária)”, de Milene Antonieta Coutinho Maurício, maio de 1986; “O patrimônio histórico de Montes Claros”, de Milene Antonieta Coutinho Maurício, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2005; “Vamos brincar de brincar”, de Milene Antonieta Coutinho Maurício, Coleção Brincar e Ler, Volume I, Editora Comunicação; “Crônicas do coração: um sopro de saudade”, de Carmen Netto Victória, Belo Horizonte: D’Plácido Editora, 2014; “Os laços da nuvem anjo”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto; “Para crianças”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto; “Bola, esconderijo de mistérios”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2000; “O sonhar dos sonhos”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto, Editora Unimontes; “Instantes mágicos”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2002; “Doces segredos”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto, Montes Claros-MG: Editora Caminhos Iluminados, 2014; “Noite assustadora”, de Maria Ruth das Graças Veloso Pinto, Montes Claros-MG: 1ª Edição, 2016; “Onde estão os teus filhos”, por Terezinha Campos, Montes Claros-MG: Editora Millennium, 2016; “A viagem da letra”, por Terezinha Campos, Montes Claros-MG: Editora Millennium, 2009; “Real Academia de Letras: Prêmio Cultura Nacional (2001-2012)”, Porto Alegre-RS: 2013; “Respingos: poesia antiga”, de Marijô, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 1993, Coleção Grupo Oficina das Letras, Volume II, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Montes Claros; “Maktub: estava escrito”, de Marijô Rodrigues, Montes Claros-MG: Editora Millennium, 2011; “De volta para casa: memórias das famílias Fonseca Mota, Soares, Gonçalves e Fernandes de Oliveira em São João da Vereda”, por Marta Verônica Vasconcelos Leite e Maria Amélia de Oliveira Vasconcelos, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2012; “Antônio e Geny: a saga do amor eterno, memórias da Família Pereira de Vasconcelos na Fazenda do Melo em Montes Claros/MG”, por Marta Verônica Vasconcelos Leite, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2010; “Nivaldo Maciel: encontros de vida e arte”, por Marta Verônica Vasconcelos Leite e Raiana Alves Maciel Leal do Carmo, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2012; “Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, Volume XXXIX, Belo Horizonte-MG: agosto, 2014; “Pedaços de mim”, por Mary Lelis, Belo Horizonte-MG: Editora O Lutador, 1997, 2ª Edição; “Grãos”, por Geralda Magela de Sena Almeida e Sousa, Montes Claros-MG: Edição do Autor, 2013; “Versos a Montes Claros”, por Geralda Magela de Sena Almeida e Sousa, Montes Claros-MG: Edição do Autor, 2016; “Aquarelando”, por Geralda Magela de Sena Almeida e Sousa, Montes Claros-MG: Edição do Autor, 2016; “Aquarelando – Volume II”, por Geralda Magela de Sena Almeida e Sousa, Montes Claros-MG: Edição do Autor, 2016; “Labor Clube Internacional de Montes Claros: Juventude, companheirismo e serviço, um exercício de cidadania”, por Geralda Magela de Sena Almeida e Sousa, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2009; “Balaio de histórias e vida”, por Geralda Magela de Sena Almeida e Sousa, Montes Claros-MG: Edição do Autor, 2013; “Raízes e Asas”, por Lúcia Becattini, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 1999; “Ilha Azul”, por Lúcia Becattini, Coleção 20X20: Armazém de Ideias; “O primeiro voo”, por Dóris Araújo, São Paulo-SP, Editora Catrumano, 2013; “Canção do Amanhã”, por Dóris Araújo, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2002; “A Dança das Palavras”, por Dorislene Alves Araújo e Almeida, Coleção Grupo Oficina das Letras, Volume 14, Edições Cuatiara, 1996; “Dóris e Dario”, por Dóris Araújo e Dário Teixeira Cotrim, Montes Claros-MG: Editora Millennium, 2008; “Trovas e Haikai”, por Cecy Tupinambá Ulhôa; “Papagaio conta a história”, por Ivana Rebello, Fábrica de Livros, São Paulo/SP: Scortecci, 2010; “O anel que tu me deste – Grande Sertão: Veredas, a história de amor que virou livro”, Ivana Rebello, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2017; “Segurando a hiperatividade”, por Mara Narciso, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 2005; “Toninho Rebello: o homem e o político”, por Ivana Rebello e Jorge Silveira, Montes Claros-MG: 2014; “Raymundo Colares e o fogo alterante da criação”, por Felicidade Patrocínio, Belo Horizonte: 3i Editora, 2014; “Ensaio”, por Felicidade Patrocínio, 15 de outubro de 1997; “Histórias de Serra Nova no centenário de nascimento de Dário Dias Silveira (inclui árvores genealógicas)”, livro organizado por José Patrocínio Silveira e Roberto Patrocínio Silveira, Montes Claros-MG: Editora Cotrim Ltda., 2010; livro “Temas controvertidos de Direito: Coleção Estudos 2”, organizado por Wilson Medeiros Pereira, Editora D’Plácido; “Acervo do Fórum Gonçalves Chaves: resgate da identidade histórico-cultural do Norte do Estado de Minas Gerais”, organizado por Filomena Luciene Cordeiro e Márcia Pereira da Silva, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2005; “Biblioteca Universitária como Instrumento da Educação e Cidadania”, organizado por Filomena Luciene Cordeiro Reis, João Olímpio Soares dos Reis e Roseli Aparecida Damasco Messias Garcia, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2014; “Histórias das Alfabetizadoras de Adultos em Montes Claros: Modos de Pensar, Sentir, Agir e Educar (1970-1980)”, organizado por Filomena Luciene Cordeiro Reis, João Olímpio Soares dos Reis, Rita Tavares de Mello e Shirley Patrícia Nogueira de Castro de Almeida, Montes Claros-MG: Henrique Design, 2018; “A cidade sem passado: políticas públicas e bens culturais de Montes Claros – um estudo de caso”, por Filomena Luciene Cordeiro Reis, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2006; “Sangueterra”, por Gilsa Florisbela Alcântara, Montes Claros-MG: Editora Millennium, 2011; “Cidade, imprensa e história oral: Pensando o bairro Santos Reis e o centro de Montes Claros”, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2016; “Um mineiro de Caratinga no Planalto”, por Amelina Chaves, 1ª Edição, abril de 1991, Taguatinga/DF; “João Chaves: eterna lembrança”, de Amelina Chaves, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 2001; “Hermes de Paula: Passado e Presente”, obra organizada e escrita por Amelina Chaves, Montes Claros-MG: Editora Saramandaia, 2010; “O eclético Darcy Ribeiro”, Amelina Chaves, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 1999; “O rancho da lua e outras memórias”, Amelina Chaves, Editora Millennium, Consórcio Literário Oficina das Letras, Secretaria Municipal de Cultura, Volume II, Montes Claros-MG: 2009; “Baltazar e sua boa sorte”, Amelina Chaves, Montes Claros-MG: Editora e Gráfica Millennium, 2010; “Ventania, o cachorrinho sonhador”, Amelina Chaves (é o seu primeiro livro infantil); “O livro proibido”, Amelina Chaves, Montes Claros-MG: Editora Saramandaia, 2009, 1ª Edição; “Andarilho do São Francisco”, Amelina Chaves, Vila Mariana/SP: Grupo Editorial Brasileiro Ltda., 1981; “O câncer da vingança”, Amelina Chaves, Patrocínio-MG: Gráfica Real; “Priapo de Ébano”, de Amelina Chaves, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 2007; “O flagelado”, Amelina Chaves, Montes Claros-MG: Editora Saramandaia, 2014, 1ª Edição; “Jagunços e coronéis”, Amelina Chaves, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 1997, Volume 15, Grupo Oficina das Letras; “A revolta das frutas”, Amelina Chaves; “O menino que sonhava com as estrelas”, Belo Horizonte-MG: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 2013; “A bruxa que não gostava de escola”, Amelina Chaves; “Mimi, a boneca de pano”, Amelina Chaves, Montes Claros-MG: Editora Saramandaia, 2013; “A cantilena boi lelé”, Amelina Chaves, Montes Claros-MG, Ipatinga-MG e São Paulo-SP: 2017, 1ª Edição; “Vocação: servir – Pedro Mameluque Mota”, de Maria da Glória Caxito Mameluque, Montes Claros-MG: Gráfica UNI-SET, 2007; “De Vila Risonha a São Romão: história, traduções e lendas”, de Maria da Glória Caxito Mameluque e Frei Pedro Caxito, Montes Claros-MG: 2010; “O desafio de ser família”, Pedro Mameluque Mota e Maria da Glória Caxito Mameluque (Pedro e Glorinha), Montes Claros-MG: Gráfica UNI-SET, 2009; “Sabemos quem ele é (convivendo com o Alzheimer)”, Maria da Glória Caxito Mameluque e Christina Mameluque Lúcio, Montes Claros-MG: 2014, 1ª Edição; “Amor do princípio ao fim (convivendo com o Alzheimer em estágio avançado)”, Maria da Glória Caxito Mameluque, Montes Claros-MG: 2016. 1ª Edição; “Cartas”, Maria da Glória Caxito Mameluque, Montes Claros-MG: 2013, 1ª Edição; “Do sonho à realidade: ser padre, só padre, totalmente padre”, Filomena de Alencar Monteiro Prates e Maria da Glória Caxito Mameluque, Montes Claros-MG: 2012; “Retalhos de minha vida”, Maria da Glória Caxito Mameluque, Montes Claros-MG: 2012; “Um grande amor não se divide (memórias de um álbum de família II), Maria da Glória Caxito Mameluque, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 2006; “Crônicas do cotidiano”, Maria da Glória Caxito Mameluque, Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 2003; “Henrique Sapori Neto: um homem à frente do seu tempo”, Maria da Glória Caxito Mameluque e Emília Rachel Guimarães Sapori (colaboradora), Belo Horizonte-MG: Edições Cuatiara, 2008; “El Rayito de Sol”, Ângela Vera Tupinambá de Castro, Montes Claros-MG: Editora Unimontes, 2002; “Pare”, de Conceição Melo; e “A chegada de Fernanda”, por Amélia Prates Barbosa Souto, além de outras obras literárias.

Foto: Silvana Mameluque
Texto: João Renato Diniz

____________________________________________________________

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros
Contatos: (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail:[email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹dez 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...