Notícias

“O padre tem que ter cheiro das pessoas”, disse dom Justino.

Como é bonita a sagrada liturgia católica! Mais evolvente ainda é o rito de uma ordenação sacerdotal.  Em nossa Arquidiocese vivemos no mês de novembro, essa alegria que é marcada por uma celebração de brilho particular, onde os cantos, as leituras, enfim, o próprio rito, enaltece a bondade do Salvador por ter deixado à sua Igreja, tão precioso e necessário dom. Foi no dia 22 de novembro, que o diácono Junio de Oliveira Bento foi ordenado padre. A celebração aconteceu na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Brasília de Minas e foi presidida pelo arcebispo dom João Justino de Medeiros Silva. Diante de uma multidão atenta que acompanhava tudo, dentro e fora da igreja, toda a beleza do rito foi filmada e então observada por centenas de pessoas pela internet.

No dia 30 deste mesmo mês, em Francisco Sá, precisamente na paróquia São Gonçalo, o diácono Geraldo Santos Oliveira Dias também foi ordenado presbítero pela imposição das mãos do arcebispo metropolitano.

E assim, em meio a todo esse misto de emoções, o cheiro do incenso perfumado que envolveu toda a assembleia, nas duas igrejas citadas, mesmo sendo uma celebração longa, pois é composta de diversas partes, cada uma com seu significado e motivo de ser, porém carregadas de sentidos que falam diretamente aos corações dos ordenandos e de todo o povo de Deus reunido. Os dois candidatos ao presbiterado, diante do pastor da Igreja particular de Montes Claros, dos presbíteros, dos leigos, dos familiares e amigos, entregues à um amor imenso, que os consumiam no infinito, foram capazes de se oferecerem a miséria da própria pequenez para colherem salvação para todos os irmãos, no exercício da vocação sacerdotal.

Durante a homília da ordenação de Júnio Bento, disse dom Justino: “Muitas estradas se abrirão para você no serviço a Cristo nesta missão na Igreja. Cuide da sua humanidade, do seu coração. Você está sendo ordenado padre para servir o povo de Deus. Escute a palavra de Deus, torne-se frequentador cotidiano do Evangelho para potencializar o serviço da sua diaconia. Fixe os olhos no Senhor e diga sempre, onde queres que eu vá”, aconselhou.


Leia o texto de agradecimento do padre Junio:
Agradecimento do Padre Junio Bento

Na homilia da ordenação de Geraldo lembrou: “Esta ordenação se dá no dia em que a Igreja comemora a vida, a vocação, o testemunho e o martírio desse grande apóstolo do reino de Deus, Santo André” e virando-se para Geraldo disse: “É seguindo o Cristo e escutando sua palavra que vamos percebendo quem é Jesus, o Mestre. A missão do pastor é ser pescador de homens e deve ser voltada para as pessoas. O papa nos lembra que o pastor tem que ter cheiro de ovelhas. O padre tem que ter cheiro das pessoas. É preciso ser um pastor capaz de estar próximo”. Continuou dom Justino apontando que um dos critérios fundamentais para acolher um candidato para o ministério sacerdotal, no seminário, é primeiro que goste de gente, de pessoas. Lembrou em tempo que é impossível ser discípulo sem escutar Jesus. “Nós vivemos da palavra de Cristo. Não dá para ser pescador de homens sem ouvir a palavra. Escute a palavra de Deus, Geraldo! A palavra de Deus é uma fonte inesgotável. Além de escutar, é preciso ter disposição para ir, porque para ser pescador de homens, passa pela disposição missionária”. Finalizou o arcebispo.

 

E assim, depois das duas celebrações, todo o povo que participou das ordenações foram acolhidos pelas comunidades para confraternização.

Na próxima semana, vai acontecer a última ordenação presbiteral deste ano na arquidiocese. Será a vez do diácono Jânio César Barbosa, se tornar padre. O dia escolhido foi 12 de dezembro, em Salinas, às 18h, na Matriz de Santo Antônio.

Fotos: Pascom das paróquias Nossa Senhora Aparecida/Senhora Sant´Ana e São Gonçalo

_________________________________________
***Viviane Carvalho – Jornalista / Assessora de Comunicação e Imprensa da Arquidiocese de Montes Claros – MG  Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384  e-mail: [email protected]

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...