Notícias

“O padre tem que ter cheiro das pessoas”, disse dom Justino.

Como é bonita a sagrada liturgia católica! Mais evolvente ainda é o rito de uma ordenação sacerdotal.  Em nossa Arquidiocese vivemos no mês de novembro, essa alegria que é marcada por uma celebração de brilho particular, onde os cantos, as leituras, enfim, o próprio rito, enaltece a bondade do Salvador por ter deixado à sua Igreja, tão precioso e necessário dom. Foi no dia 22 de novembro, que o diácono Junio de Oliveira Bento foi ordenado padre. A celebração aconteceu na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Brasília de Minas e foi presidida pelo arcebispo dom João Justino de Medeiros Silva. Diante de uma multidão atenta que acompanhava tudo, dentro e fora da igreja, toda a beleza do rito foi filmada e então observada por centenas de pessoas pela internet.

No dia 30 deste mesmo mês, em Francisco Sá, precisamente na paróquia São Gonçalo, o diácono Geraldo Santos Oliveira Dias também foi ordenado presbítero pela imposição das mãos do arcebispo metropolitano.

E assim, em meio a todo esse misto de emoções, o cheiro do incenso perfumado que envolveu toda a assembleia, nas duas igrejas citadas, mesmo sendo uma celebração longa, pois é composta de diversas partes, cada uma com seu significado e motivo de ser, porém carregadas de sentidos que falam diretamente aos corações dos ordenandos e de todo o povo de Deus reunido. Os dois candidatos ao presbiterado, diante do pastor da Igreja particular de Montes Claros, dos presbíteros, dos leigos, dos familiares e amigos, entregues à um amor imenso, que os consumiam no infinito, foram capazes de se oferecerem a miséria da própria pequenez para colherem salvação para todos os irmãos, no exercício da vocação sacerdotal.

Durante a homília da ordenação de Júnio Bento, disse dom Justino: “Muitas estradas se abrirão para você no serviço a Cristo nesta missão na Igreja. Cuide da sua humanidade, do seu coração. Você está sendo ordenado padre para servir o povo de Deus. Escute a palavra de Deus, torne-se frequentador cotidiano do Evangelho para potencializar o serviço da sua diaconia. Fixe os olhos no Senhor e diga sempre, onde queres que eu vá”, aconselhou.


Leia o texto de agradecimento do padre Junio:
Agradecimento do Padre Junio Bento

Na homilia da ordenação de Geraldo lembrou: “Esta ordenação se dá no dia em que a Igreja comemora a vida, a vocação, o testemunho e o martírio desse grande apóstolo do reino de Deus, Santo André” e virando-se para Geraldo disse: “É seguindo o Cristo e escutando sua palavra que vamos percebendo quem é Jesus, o Mestre. A missão do pastor é ser pescador de homens e deve ser voltada para as pessoas. O papa nos lembra que o pastor tem que ter cheiro de ovelhas. O padre tem que ter cheiro das pessoas. É preciso ser um pastor capaz de estar próximo”. Continuou dom Justino apontando que um dos critérios fundamentais para acolher um candidato para o ministério sacerdotal, no seminário, é primeiro que goste de gente, de pessoas. Lembrou em tempo que é impossível ser discípulo sem escutar Jesus. “Nós vivemos da palavra de Cristo. Não dá para ser pescador de homens sem ouvir a palavra. Escute a palavra de Deus, Geraldo! A palavra de Deus é uma fonte inesgotável. Além de escutar, é preciso ter disposição para ir, porque para ser pescador de homens, passa pela disposição missionária”. Finalizou o arcebispo.

 

E assim, depois das duas celebrações, todo o povo que participou das ordenações foram acolhidos pelas comunidades para confraternização.

Na próxima semana, vai acontecer a última ordenação presbiteral deste ano na arquidiocese. Será a vez do diácono Jânio César Barbosa, se tornar padre. O dia escolhido foi 12 de dezembro, em Salinas, às 18h, na Matriz de Santo Antônio.

Fotos: Pascom das paróquias Nossa Senhora Aparecida/Senhora Sant´Ana e São Gonçalo

_________________________________________
***Viviane Carvalho – Jornalista / Assessora de Comunicação e Imprensa da Arquidiocese de Montes Claros – MG  Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384  e-mail: [email protected]

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...