Artigos

O que a Linguística tem a contribuir com a vida espiritual cristã?

A aprendizagem de uma Língua Estrangeira é fundamental nos dias de hoje, não somente para pessoas que desejam construir uma vida acadêmica e profissional de sucesso, mas também para ampliar os horizontes culturais de um indivíduo, levando-o a conhecer outros meios, outras realidades e se inteirar delas. A Língua Inglesa é uma das línguas de maior importância econômica no mundo e, por isso, ela é vista como primordial pelas escolas, que a adotaram como uma disciplina de sua grade curricular. Embora considerada uma importante ferramenta tanto para o desenvolvimento cognitivo como para o mercado de trabalho, algumas pessoas ainda se sentem incapazes de aprender essa segunda língua, visto que um dos maiores bloqueios para tal seja a ocorrência de erros que se insere durante o período de aprendizagem.

Devido a grande ocorrência de erros, frequentemente cometidos na tentativa de se comunicar, o aluno se vê desmotivado e incapaz de aprender uma Língua Estrangeira. Até meados da década de 60, o erro era visto como algo indesejado e de acordo Maia (2009), como um sinal de má aprendizagem da língua. A partir de estudos desenvolvidos para explicar a ocorrência dos erros, como a Análise Contrastiva e a Análise de Erros, eles passaram a ser vistos como um indicativo de aprendizagem, um sinal positivo de que o aluno estava buscando produzir a língua que estava aprendendo, mesmo recorrendo a sua Língua Materna como suporte (MAIA, 2009).

A Análise de Erros foi uma corrente iniciada por volta da década de 1970, baseando-se nos estudos do grande pesquisador Pit Corder no final da década de 1960, em que defendia e explicava a importância do erro tanto para o aluno quanto para professores e pesquisadores da área. Maia (2009) explica que diante o estudo do erro cometido pelos estudantes, é possível compreender a natureza do conhecimento que o aluno já adquiriu em determinado momento de sua aprendizagem e descobrir o que mais ele ainda pode aprender diante tal situação do erro. A Análise de Erros tem como objetivo investigar a origem dos erros produzidos pelos alunos, sua consequência e a forma de solucioná-los.

Logo, é possível observar que, diante da aprendizagem, cometer erros nada mais é do que o esforço de querer ser melhor, colocar em prática aquilo que você está conseguindo absorver. Há uma grande diferença entre aquilo que o professor explica e aquilo que o aluno aprende. Cada um possui um jeito de interpretar o que está sendo ensinado. Dentro da Linguística, o erro é bem visto e tratado como indicativo de tentativa de produzir o que se absorveu.

E na vida espiritual, como interpretamos os erros que cometemos? Será que em algum momento, compreendemos que tais erros foram cometidos na tentativa de sermos melhores? Ou talvez, de produzirmos aquilo que, em algum determinado momento de nossas vidas, aprendemos com aqueles que faziam parte do nosso círculo de convívio? E sobre a postura do outro, sobre os erros que o outro comete: será que já parei verdadeiramente para observar a raiz de tais atitudes, antes de julgá-lo, condená-lo? Não digo aqui que os erros devem ficar sem correção, porém, sua ocorrência sempre implicará uma consequência. E essa consequência pode e deve ser tratada com o remédio da tolerância, a pomada da ternura, o curativo do perdão. Assim, temos a oportunidade de encarnar em nós o amor misericordioso do Pai em nossos corações e em nossas vidas: Jesus Cristo.

Artigo de Jéssica Magalhães Xavier
Graduada em Letras Inglês
Pós graduada em Psicopedagogia Clinica e Institucional
Pós graduada em Neuroaprendizagem e Transtorno do Aprender

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...