Notícias

O Óbolo de São Pedro, ajudemos o Papa a ajudar

Ao longo da história da Igreja não faltam testemunhos e iniciativas de mobilização das comunidades empenhadas em socorrer os mais pobres e fragilizados. Sem sombra de dúvidas uma grande obra de caridade é o Óbolo de São Pedro. Também conhecida como coleta da caridade do Papa é uma ajuda financeira que os fiéis de todo mundo oferecem ao Santo Padre como sinal de adesão à solicitude do Sucessor de Pedro relativamente às múltiplas carências da Igreja e às obras de caridade em favor dos mais necessitados.

A coleta do Óbolo de São Pedro acontece todos os anos no final de semana da celebração da solenidade dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo. No domingo, por decisão da 7ª Assembleia Geral Ordinária da CNBB, em todas as Igrejas, oratórios, mesmo dos mosteiros, conventos e colégios, comemora-se o dia do Papa, com pregações e orações que traduzam amor, veneração, respeito e obediência ao vigário de Cristo e com ofertas para o óbolo de São Pedro. O resultado da coleta é encaminhado integralmente à cúria da Arquidiocese, que por sua vez envia à Nunciatura Apostólica.

Origem da Coleta

Sua origem remonta ao século VIII depois da conversão dos anglo-saxões, os quais se sentiram tão ligados ao Bispo de Roma que decidiram enviar, de maneira estável, um contributo anual ao Santo Padre. Esta coleta foi chamada Denarius Sancti Petri (Esmola para São Pedro) e se difundiu pelos demais países europeus. Em 5 de agosto de 1871, o Papa Pio IX a regularizou através da encíclica Saepe Venerabilis. Assim, o Óbolo de São Pedro é a expressão do cuidado de Deus desenvolvido pelo Santo Padre com a colaboração dos fiéis.

Graças às doações do Óbolo, o Papa pode oferecer ajuda às dioceses mais pobres, aos institutos religiosos e aos fiéis em sérias dificuldades. Também pessoas necessitadas, crianças, doentes, marginalizados, vítimas de guerras e desastres naturais, refugiados e migrantes são ajudados por várias entidades que cuidam da caridade do Papa.

A Igreja, Povo de Deus, é uma comunidade de pessoas conscientes de que o que os aproxima em torno do Senhor é a comunhão entre eles. Essa comunhão se manifesta, entre outros aspectos, através da solidariedade para com os mais necessitados.

Coleta em 2020 na Arquidiocese de Montes Claros

Em 2020 nossa Igreja Arquidiocesana enviou ao Papa Francisco o total de R$21,389,27, e a Santa Sé enviou sua gratidão à generosidade e comunhão do povo norte mineiro, junto com a Benção Apostólica do Papa. Confira a seguir o documento na íntegra:

 

Como ajudar o Papa Francisco nesse ano?

Faça sua doação nos dias 03 ou 04 de Julho de 2021, durante o recebimento das ofertas nas Celebrações Eucarísticas em sua comunidade/paróquia.

Para mais informações sobre o óbolo, bem como o acompanhamento da destinação dos recursos arrecadados, acesse o site https://www.obolodisanpietro.va/it.html. Participando de forma consciente e ativa contribuímos com a caridade do Papa ao mesmo tempo em que nos comprometemos a ver, compadecer e cuidar daqueles que estão ao nosso lado, sobretudo os mais afetados pela pandemia da covid 19. “Quem não pode doar um pouco de si, sempre doa muito pouco” (Bento XVI).

_______________________________________________
***Raphael Nery – Comunicação da Arquidiocese de Montes Claros
(38) 9 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹out 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...