Artigos

Que o Paráclito nos entusiasme

Fonte - Cathopic

A caminhada pascal-litúrgica da Igreja termina com a celebração de Pentecostes -a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos e o grande impulso da Igreja primitiva no anúncio da Boa Nova aos povos. Jesus retorna ao Pai na sua ascensão e promete o Espírito Santo como dom, como Aquele que revelaria toda verdade – que é a fé em Cristo. A Igreja nascente é carismática, pois está aberta à ação do Espírito Santo e, por isso, todos os dons necessários para a comunidade primitiva são manifestos, mediante a própria necessidade da evangelização – missão última da Igreja.

A cada celebração de Pentecostes que a Igreja realiza todos os anos, está um belo convite de abertura de corações ao Espírito Santo que tudo transforma e revigora na Igreja. É um apelo ao aggiornamento cotidiano que precisamos viver na nossa missão evangelizadora. Ou seja, uma constante atualização, uma constante abertura ao novo de Deus para cada tempo da evangelização neste mundo, que possui várias urgências que se diferenciam de acordo com a época em que nos colocamos a caminho do céu.

Assim, a comunidade é chamada a abrir-se ao novo de Deus, abrir-se à novos modos de evangelização que precisam ser constantemente pensados, avaliados, assumidos ou reassumidos por todos os batizados. É preciso reinflamar-se do Espírito Santo para que se entusiasme com o anúncio do amor de Deus, da verdade que é o Cristo. Pelo Espírito somos renovados, transformados, revigorados. Dessa experiência somos impelidos a sairmos das nossas zonas de conforto e irmos ao encontro do outro, sair das “mesmices” pastorais que não têm gerado abundantes frutos, como outrora, pois, acabamos estagnados e acomodados com os nossos grupos, movimentos e pastorais, com suas mesmas estruturas e dinâmicas de ação evangelizadora que talvez não correspondam mais às necessidades atuais da evangelização.

O Espírito Santo é criativo, inspirador, renovador, animador, transformador. Peçamos que Ele venha sobre nós, sobre nossas comunidades, paróquias, foranias, enfim, sobre toda a Arquidiocese de Montes Claros e toda a Igreja – para que tenhamos suficiente ânimo para continuarmos a nossa missão evangelizadora, fazendo com que muitos conheçam Jesus Cristo e se sintam entusiasmados de também segui-Lo junto conosco. Assim, todo dia será um Pentecostes, pois estaremos sempre atentos àquilo que Deus quer e diz por meio do seu Espírito ao seu povo, à sua Igreja, a cada um de nós.

Que Nossa Senhora de Pentecostes interceda por todos nós. Amém!

Equipe Arquidiocese em Missão
Arquidiocese de Montes Claros

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹set 2022› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...