Notícias

Quem é justo viverá por sua fé.

A Missa da Ressurreição do Padre Flávio Antônio foi presidida na última sexta-feira (27), na  Catedral Nossa Senhora Aparecida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom José Alberto Moura e concelebrada pelos padres: Wagner Eduardo e Edilson Bonfim.

Dom José iniciou sua homilia dizendo: Quem é justo viverá por sua fé. Quem é o justo? Indagou ele e continuou: E o que é a fé? Ao despertar na assembleia à reflexão, falou sobre o dom da vida dado por Deus.  “Justo é quem vive aceitando o dom de Deus, o dom da vida. E a fé nos faz desenvolver esse dom conforme o projeto do Pai. Por isso mesmo, se formos suficientemente inteligentes, jamais, abandonaremos a nossa fé em troca de nada, pois ela é dom de Deus. Esse dom da vida, dentro do projeto de Deus na vivência da fé é preciso ser cultivado conforme a nossa fé. A vocação é a resposta da voz de Deus. Desenvolvemos a vida para darmos vida. É através do batismo que nos colocamos compromissados para “dar” vida. Opções de vida, quanto mais dons, carisma, talentos e qualidades temos, teremos como fazê-los frutificar bem”.

Nesta noite, de uma maneira muito especial, lembramos do querido Padre Flávio Antônio que respondeu a Deus para fazer a sua fé frutificar dando vida ao Ministério Sacerdotal Ordenado. Não se desenvolveu como vida longa em seu Ministério, mas enquanto padre neste pouco tempo,  foi intenso, foi um entusiasta na causa do semelhante e da igreja. Agradecemos a Deus pela vida dele que foi marcada por uma doença degenerativa mas que mesmo assim, ele se colocou em disponibilidade nas mãos do Pai, foi cuidado e a doença o santificou – fazendo com que seu sacrifício servisse de força e estímulo para outros colegas de sacerdócio afim de que também vivam dentro do prisma da fé, na doação de si”, encerrou o arcebispo.

SOBRE PADRE FLÁVIO: Aos 44 anos de idade Padre Flávio Antônio veio a óbito na madrugada de sábado 21/01, no Seminário Maior Imaculado Coração de Maria, onde foi acolhido pelo Monsenhor Silvestre de Melo e ali recebeu os cuidados durante os 8 anos que esteve acamado acometido por uma doença degenerativa conhecida como Doença de Huntington. Padre Flávio iria completar em agosto deste ano, 16 anos de ordenado, no próximo dia 27 de março completaria 45 anos de idade. Exerceu sua vocação sacerdotal por um ano e meio onde foi Padre auxiliar na Paróquia Nossa Senhora de Fátima no bairro Delfino, coordenador do Curso de Teologia para Leigos da Arquidiocese de Montes Claros e Administrador Paroquial na Paróquia Claro dos Poções.

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros  (38 Vivo) 9905-1346 (38 claro) 8423-8384 ou pelo e-mail: [email protected]

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹out 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...