Notícias

Tríduo em honra a Beata Carolina começa hoje e segue até dia 11 de maio

Por telefone, padre Gilberto Júnior, pároco da paróquia São João Batista, informou sobre a terceira edição da Festa dedicada à Beata Carolina. Os festejos iniciam hoje (9), e seguem até dia 11 de maio.  A Beata Carolina é co-padroeira da comunidade de São Miguel Arcanjo da paróquia São João Batista que está localizada no bairro Vila Regina (Rua Adelaide Vieira de Sá, 202).

A 3ª edição dos festejos em honra a Beata Carolina, traz na programação, a realização do tríduo, celebrações de missas todos os dias às 19h, entrega da bandeira, levantamento do mastro, leilões, barraquinhas com deliciosas comidas típicas, jogos, brincadeiras, shows e apresentações culturais.

Mas você conhece a história da Beata Carolina? Então fique por dentro, lendo o texto abaixo enviado pelo padre Gilberto.

Beata Maria Teresa de Jesus Gerhardinger – Festa 9 de maio: O seu nome de família é Carolina Gerhardinger. Veio ao mundo em Stadtamhof – Regensburg, na Baviera (Alemanha), a 20 de junho de 1797. Sua vida, e parte de sua obra, se desenvolveu em meio às vicissitudes sociais, políticas e religiosas originadas pela nefanda Revolução Francesa iniciada em 1789. Fez os estudos com as Cônegas Agostinianas de Nossa Senhora, fundadas por São Pedro Fourier. Supressa a Congregação e a escola em 1809 pelo governo de Napoleão, o pároco, Miguel Wittmann, futuro Bispo de Ratisbona (Regensburg), com o fim de dar continuação à formação das meninas, escolheu três das melhores alunas para fazerem o curso de magistério. Entre elas estava Carolina. Obtido o diploma de professora primária, ensinou na terra natal de 1816 a 1833.

Em 1828, ao restabelecer-se as liberdades religiosas e com a possibilidade de as religiosas voltarem ao ensino, Dom Miguel Wittmann pensou em fundar uma nova Congregação com as três professoras, mas somente Carolina logrou perseverar e superar as grandes dificuldades que se levantaram, sobretudo depois da morte do Bispo Wittmann, em 1834. Ela não desanimou e fez a profissão religiosa em 1835. Por sua admiração pela vida e obra de Santa Teresa d’ Ávila adotou este nome. As Pobres Irmãs Escolares de Nossa Senhora, fundadas por ela, que se estenderam a diversos continentes, foram além disso o ponto de partida para alguns Institutos autônomos em vários países da Europa. Recebeu a aprovação pontifícia de sua Regra e Constituições em 1854.

Com a ajuda de Luis I da Baviera transferiu a Casa mãe para Munich. Ela administrou e desenvolveu a Congregação com grande entusiasmo, apesar das inúmeras dificuldades, durante quarenta anos.  Em 1847, Maria Teresa de Jesus, aceitando o pedido de missionários americanos, partiu junto com mais cinco religiosas para os Estados Unidos. Ali, com a ajuda do Beato João Neumann, fundou um orfanato em Baltimore, abriu escolas em Pittsburg e Philadelphia, destinadas a atender os filhos dos emigrantes alemães.

A Beata Maria Teresa manifestou vocação inata como guia de religiosas e educandas. Seu carisma e profunda fé permitiu a rápida expansão de sua Congregação por toda Europa e América do Norte. Fundou escolas – diurnas e noturnas para trabalhadoras -, primárias e para pré-escolares, orfanatos e as chamadas “Casas de Dia”, onde as mães trabalhadoras deixavam seus filhos enquanto trabalhavam; fundou também escolas femininas de capacitação para o trabalho em fábricas ou oficinas.

Vista de Stadtamhof: Com fama de santidade, querida, respeitada e admirada por alunas e religiosas, entregou sua alma a Deus em Munich, Alemanha, na Casa mãe de sua Congregação, no dia 9 de maio de 1879. Em 15 de novembro de 1985, João Paulo II proclamou-a Beata, instituindo sua festa litúrgica para o dia de sua morte. Atualmente a Congregação conta com cerca de cinco mil religiosas que trabalham em trinta e três países.  (Cf. Pe. José Leite, S.J. e fontes diversas)

Para mais informações sobre a festa, pode entrar em contato com um dos três casais responsáveis:
Edilson e Fátima pelo telefone: 9 9981- 0803
__________________________________________________________________

***Viviane Carvalho – Assessoria de Imprensa Arquidiocese de Montes Claros
Contato: (38) 9905-1346 (38) 9 8423-8384
e-mail: [email protected] 

 

Artigos de Dom João Justino

Arcebispo Metropolitano de Montes Claros (MG)

Luz para os Meus Passos

AGENDA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹out 2021› » 

REVISTA

 

ENQUETE

No ano em que realizaremos a IV AAP (Assembleia Arquidiocesana de Pastoral) a Diocese de Montes Claros comemora quantos anos de criação?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...